Translate

Pesquisar este blog

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Investindo na carreira ministerial através da Formação Teológica

Teologia
A educação teológica evangélica no Brasil vive um momento ímpar. Com a abertura que as igrejas pentecostais deram para os cursos teológicos nos últimos anos, em especial as Assembleias de Deus, os índices de novos institutos bíblicos, seminários e faculdades crescem a cada dia de maneira bastante significativa.

Para aqueles que “pagaram o preço” no início da implantação dos cursos teológicos nas Assembleias de Deus no Brasil, quando em muitos lugares foram envergonhados publicamente, olhados com desconfiança, descartados, desprezados, ameaçados, disciplinados e excluídos, tudo isso pelo simples fato de estudarem ou lecionarem teologia, é tempo de se regozijar e bendizer o nome do Senhor! Na atualidade, várias Convenções Estaduais já estabeleceram o curso teológico como pré-requisito para o ingresso de novos ministros em seu quadro. Existe, contudo, em determinados lugares, uma euforia exagerada, pois afinal de contas, nem tudo são flores.


Este “novo momento teológico” possui também suas patologias. Com algumas experiências já adquiridas, vivenciadas no dia-a-dia acadêmico entre corredores e sala de aula, pude detectar alguns sintomas, dentre os quais, podemos citar o academicismo mórbido, o criticismo infrutífero e o mercantilismo institucional. Instituições de educação teológica sérias combaterão e rejeitarão tais práticas. Fique atento na hora de escolher onde você fará o seu curso teológico. Invista em sua carreira ministerial com segurança e bom senso.
 
 
Prof. Pr. Altair Germano
Conselho de Educação e Cultura da CGADB
Mestre em Teologia – Abreu e Lima - PE
 

Extraído da Revista Comunicação Ibadepiana 5ª Edição. 

0 comentários: