Translate

Pesquisar este blog

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Pastor Yousef Nadarkhani deve voltar ao tribunal iraniano após mais de mil dias preso.

Nadarkhani está preso há mais de mil dias sob acusação de apostasia

O pastor iraniano que passou mais de mil dias de prisão por sua fé em Cristo está voltando para o tribunal. As autoridades iranianas estão exigindo que Yousef Nadarkhani fique de frente a um juiz no Irã em 8 de setembro para responder por "acusações feitas contra ele."

Segundo o Centro Americano para Lei e Justiça (ACLJ), não está claro se as acusações são novas ou estão ligadas à sua convicção de apostasia. Nadarkhani foi condenado e sentenciado à morte por essencialmente se tornar um cristão. Quando os oficiais iranianos exigiram que ele renegasse sua fé em Jesus Cristo ou morrer, ele respondeu: "Eu não posso."

Ele foi preso ilegalmente e separado de sua esposa e dos dois filhos desde 2009.

O ACLJ obteve uma cópia dos oficiais iranianos da intimação judicial exigindo sua apresentação ao tribunal.
O que está claro é que a sua apresentação acontece depois de mais 1.060 dias passados na prisão sem qualquer acusação concreta, mas pelo fato de declarar sua fé em Jesus Cristo, uma prisão que viola própria Constituição iraniana.

O ACLJ continua a trabalhar com os contatos no Irã, nos Estados Unidos e com diplomatas estrangeiros para pressionar o Irã para a libertação de Nadarkhani.

O "Tweet para Youcef" campanha continua a crescer, atingindo agora mais de 2,8 milhões de contas do Twitter em todo o mundo com informações diárias e atualizações sobre Nadarkhani.

Fonte CPAD News

0 comentários: